" Eu lhe dei a vida, mas não posso vivê-la por você. Eu posso mostrar-lhe caminhos, mas não posso estar neles para liderar você.Eu posso leva-lo a igreja,mas não posso fazer com que tenha fé. Eu posso lhe dar amor,mas não posso impo-lo a você.Eu posso falar-lhe sobre sucesso,mas não posso alcançá-lo por você.Eu posso ensiná-lo sobre gentileza, mas não posso forçá-lo a ser gentil.Eu posso orar por você, mas não posso impor-lhe Deus. Eu posso dar-lhe amor incondicional por toda a minha existência...E ISSO EU FAREI "

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Relato de parto

Minha gravidez e parto serão além de um relato, um grande testemunho!

Primeiramente não poderia deixar de frisar que minha gravidez foi uma bênção...Poucos enjôos e incômodos, pressão controlada, tudo sob controle.


Antes mesmo de engravidar eu tinha horror em pensar em dar à luz.
Cresci ouvindo as mulheres da minha família dizendo que as dores eram terríveis e tudo de mais trágico...
Quando engravidei, uma das primeiras coisas que temi foi exatamente isso: o nascimento! Parece até absurdo mas eu não dormia, o medo me perturbava. No começo da gestação eu cheguei a discutir com meu marido, dizendo que eu faria cesárea e ponto final.
Ele relutou e me incentivava muito a ter parto normal.
Foi quando comecei minha busca e conheci grupos de gestantes ...Logo mudei de opinião e resolvi optar pelo nascimento natural.
Queria sentir cada contração e ter o privilégio de sentir meu filho sair de dentro de mim...Eu sabia que

era a melhor opção tanto para o bebê quanto pra mim.Porém não imaginei o quanto era difícil encontrar
 médicos dispostos à assistir um parto normal.

Comecei meu pré natal com um médico do convênio, saía das consultas bem insatisfeita. O Dr.E não era muito sorridente nem atencioso.
Em uma das consultas, quando resolvi comentar com ele sobre meu desejo por parto normal, ele virou pra
mim e ironicamente soltou a frase: 'Você não aguenta nem um exame de toque e acha que vai suportar um parto normal?'

Fiquei arrasada mas saí do consultório, ergui a cabeça e fui a luta.
Foi quando em uma das minhas buscas na internet, conheci a Drª.Mariana (médica humanizada e conhecida por assistir partos normais). Fiquei encantada com seu trabalho porém com receio de que o valor seria muito alto pra mim...Pois bem, marcamos de nos encontrar e conversar melhor.
Ela foi super receptiva, ouviu meus medos e expliquei a situação que estávamos passando financeiramente e ela nos propôs um preço ótimo e ainda parcelaria em quantas vezes fosse preciso! Ótimo! Mas Deus ainda preparou algo melhor. Foi quando ela me convidou para trabalhar em seu consultório por 2 meses até o Enzo nascer, assim faríamos uma troca de serviços e eu não pagaria nada pelo parto e depois da amamentação ela me contrataria. Nossa, Deus é maravilhoso!!!!


Através da Drª.Mariana, conhecemos a Lara (doula) e gostamos muito. Pronto! Médica e doula escolhidas.

Bom, a Mari pediu para que eu parasse de trabalhar com 37 semanas mas eu não quis, pois estava muito bem e então trabalhei até o último dia.
A data prevista do parto seria 07/10/2010

Consulta de 38 semanas – estava com 1 cm de dilatação , colo médio...A Mari disse que ainda demoraria.
Consulta de 39 semanas – permanecia com 1 cm de dilatação, confesso que fiquei meio triste pois estava muito ansiosa mas entreguei nas mãos de Deus

Agora vamos ao relato de parto propriamente dito:

Com 39 semanas e 5 dias (05/10) pela manhã , fomos na consulta com a Mari . Ela examinou e o
tampão terminou de sair...Ela disse que estava muito perto de conhecer meu filhote.
Saí do consultório radiante, me sentia segura, confiante e muito feliz.

O André me deixou em casa umas 10:00 e foi trabalhar. Liguei pra minha mãe para que ela viesse em casa me ajudar com o almoço. Enquanto ela cozinhava, comentei que estava me sentindo estranha e com umas dores diferentes. Sentei na frente do computador pra distrair e comecei a perceber que as “dores” vinham a cada 5 minutos .
Achei viável avisar a Mari, ela me disse que só seria trabalho de parto ativo quando a dor durasse 1 minuto
(até então estavam durando 30 segundos)
Aí começou a doer messsmo, minha mãe me ajudava, massageando minhas costas (que parecia que iam rachar).

O André chegou pra almoçar e me viu com cara de dor e falou num tom de brincadeira: “Eita amor, já tá em trabalho de parto?” e riu...
Eu respondi: “ESTOU”.
Ele se assustou e falou “SÉRIO?” e ficou me olhando com cara de espanto (hehehehe)
Falei pra ele que poderia voltar ao trabalho e quando fosse necessário eu ligaria.
Por volta das 13:00 as dores (que na verdade já eram contrações) engrenaram, duravam 1 minuto e vinham a cada 3 minutos.
Logo já liguei para que o André voltasse (tudo acontecia muito rápido)

Quando foi por volta de 14:00 liguei pra Lara e ela foi pra minha casa junto com uma outra doula (Júlia, uma graça). Durante as contrações elas faziam massagens nas minhas costas, me abraçavam e me apoiavam com palavras de ânimo.

Entrei no banho e fiquei conversando com a Júlia, enquanto a Lara tinha ido ao posto de gasolina pra encher a bola de pilates.
No intervalo das contrações eu até cheguei a pedir um sorvete pro André, porém quando a dor voltava eu desistia (rsrs)
Por volta das 17:00 eu avisei a Júlia que queria ir pro hospital .
Lara então ligou pra Mari dizendo que eu estava em trabalho de parto ativo e com vontade de fazer força.
Fomos então pro carro! Enquanto eu descia as escadas do meu bloco veio uma contração (foi horrível).
Entrei no carro, o André foi dirigindo, a Lara foi no banco de trás comigo , minha mãe foi pra casa dela e a
Júlia foi em outro carro.

PAUSA PARA UM DETALHE (rs): Durante o caminho até a maternidade, cruzamos com um protesto/greve no centro da cidade, a rua estava fechada. A Lara e o André avisaram que eu estava em trabalho de parto, foi uma correria , os policiais abriram caminho e um deles até me disse “ respira moça, respira que logo passa” rs!
Ah, nas minhas fantasias de como seria o dia em que eu entrasse em trabalho de parto, sempre imaginei essa cena, como nos filmes e aconteceu rs!

O caminho até o hospital parecia uma eternidade...o André corria com o carro e eu gritava pra ele ir devagar e quando ele diminuía o ritmo eu pedia pra ele correr ...
Chegamos no hospital, recepção lotada e eu quase surtando. A Lara e o André estavam ajeitando a papelada pra minha internação e eu fiquei sentada, esperando ser atendida, todos na recepção me olhavam com cara de espanto e eu nem me importava.

Fui atendida por um médico plantonista que me examinou e não falou nada, porém ouvi ele ligando pra Mari e dizendo “Vem rápido pra cá que vai nascer”.

Aí eu confesso que fiquei nervosa , chorei e soltei a pérola “E se ele não sair?”
Foi quando a Lara e a Júlia me deram muito apoio psicológico.
Subi na maca (queria ir andando mas eu estava com tanta dor que nem me importei de deitar)
fui até o centro obstétrico , eu ouvia as enfermeiras gritando " 9 pra 10 centímetros de
dilatação "
Entrei no CO, me colocaram no antibiótico (eu tinha strepto B positivo) e nisso o André chegou. Eu chamava pela Mari,  quando ouvi a voz dela quase a agarrei rs. Eu só sabia falar:
Que bom que você chegou Mari, tô com tanto medo

Mari: de touca rosa e Júlia (queridas)

Ela me pediu pra sentar na bola de pilates mas eu não quis então ela forrou o chão e ficamos todos lá, eu não conseguia me mover durante as contrações.


O André ficou sentado atrás de mim e eu fiquei numa banquetinha. Estava com dilatação total e muuuuita dor! No intervalo das contrações eu ria, conversava, nem parecia que estava em trabalho de parto



A Lara me ofereceu chocolate e eu aceitei. Dei uma mordida e não quis mais, a dor me fez perder a vontade.



Foram muitas contrações, a Mari me pedia pra fazer força somente nas contrações, mas eu fazia o tempo todo, não via a hora de acabar logo.
André se manteve atrás de mim, me dando palavras que encorajavam e me sustentando literalmente.


A partir daqui não me lembro de horário, vem alguns “flashes” na minha memória, realmente a partolândia
 existe, a gente perde a noção de tudo , perde a vergonha . É puro instinto, o corpo pede e a gente obedece. (nesse momento a bolsa estourou)
Quando a cabecinha saiu eu senti o “círculo de fogo”, é uma  sensação muito intensa, queima demais...Aí a Mari pediu pra eu parar de fazer força pra ela desenrolar cordão que estava no pescoço do Enzo.
(eu cheguei a falar TIRA ELE DAÍ MARI, FAZ ALGUMA COISA) e ela, toda calma e serena como sempre, sorriu e disse : É vc quem está fazendo tudo sozinha, vc está ótima.

E Finalmente quando eu achei que não agüentaria mais, o corpinho dele escorregou

e ele veio pro meu colo...Tão lindo, tão meu... Ali se iniciou a minha família. Que momento ímpar, eu, André e nosso filho! Me senti tão mulher, guerreira e vitoriosa. Se eu pudesse teria congelado aquele momento!
 O filho tão esperado, tão protegido, tão fora de hora e tão a tempo havia nascido!!!
Papai cortou o cordão umbilical , que coisa linda!

Enzo nasceu às 19:04 do dia 05/10/2010, medindo 47 cm e pesando 2.965 g de
parto natural sem anestesia e sem cortes!



Eu, que ouvi durante toda a gravidez, que não conseguiria parir naturalmente...Eu que tive pouquíssimo apoio e que mesmo assim lutei até o fim pra isso.CONSEGUI parir e me realizei como mulher e mãe.


Agradecimentos:

A Deus que cuidou de mim em todos os momentos, que me deu forças para trazer meu filho ao mundo.
Ao André, que deixou seus medos de lado e se fez presente no momento que mais precisei e que me proporcionou essa alegria de formar uma família.
A Lara e Júlia (doulas e amigas) que me ajudaram e estiveram comigo em cada minuto, dando apoio e me auxiliando, mesmo quando pensei em desistir.
A Drª Mariana que foi espetacular desde que nos conhecemos e que cuidou de mim com muito amor e carinho (QUE MÉDICA!!!)
Ao meu filho, que trouxe a felicidade completa pra minha vida e que me fez conhecer o AMOR INCONDICIONAL

*Enzo foi a coroação de uma mãe. Mãe que se lançaria à morte por ele, se fosse preciso*
Obs: Mari me presenteou com as fotos do parto, feitas por Vívian Scaggiante

________________________________________________________

Meu relato de parto na visão da doula Lara:

É com MUITA alegria que comunico a chegada do pequeno Enzo!

 O bichinho nasceu às 19:04 horas de hoje, na Maternidade de Campinas!
Natalia pariu naturalmente seu filhote... durante o expulsivo oscilava de leoa a menina... foi muito bonito!
Nunca imaginou ter tamanha força!
Chegou na Maternidade com quase dilatação total... Enzo esperou
pacientemente todos os profissionais chegarem para dar o ar da graça...uma belezinha!

André, o pai, ficou no apoio... literal! E com suas frases ao pé do ouvido, encorajou sua pequena/grande
mulher a parir... Pariu de cócoras sustentada!!!
Natalia batalhou muito pelo seu parto...com sua doçura e persistencia foi atrás de todos os profissionais
possíveis... até escolher a sua equipe.
Negociou de uma maneira muito consciente e responsável!
Trabalhou como assistente da Mariana Simões no consultório uns meses...até pouco tempo atrás e foi
acompanhando bem de perto todas as barrigudas que por lá passaram...

Para mim um exemplo!
Ass: Lara... com insônia de tanta alegria!

Equipe: Mariana Simões, Maria Otília, Julia Madureira, eu e Victória...minha filhota que assistiu
emocionada seu primeiro parto!

26 comentários:

  1. Nati, que relato lindo... dificil as lágrimas não rolarem... Me emocionei muito... Linda família.. Deus abençoe muito... beijos

    ResponderExcluir
  2. Deus é realmente muito maravilhoso, e fez tudo de uma forma linda em sua vida.
    Parabéns!
    Linda história.

    Saúde ao Enzo e que Deus abençoe mais e mais sua linda família.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Emocionante, simplesmente isso. Q ue bom que pode se realizar como mamãe. Deve ser maravilhoso.
    Mas depois da uma passadinha no meu blog e olha minha situação, fiquei muito impactada, mas agora estou me acostumando com a idéia.
    Abç...

    Naiala Xavier

    ResponderExcluir
  4. Nati amei o seu relato!!!
    Nossa chorei muito, ainda não sou mãe, mas achei lindo pq eu sou Téc. de Enfermagem e especializada em Maternidade.
    Nosasa adorei principalmente as fotos.
    Já li vários relatos, mas o seu é muito intenso e emocionante.
    E vc foi corajosa, por ter colocado fotos tão íntimas da chegada da sua família.

    Adorei
    Bjinhos pra vc e pro Enzo.

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo viver juntas essa espera pelos nossos milagres de Deus..que Enzo traga muitas alegrias pra vcs..
    bjos

    ResponderExcluir
  6. nati que relato lindo e emocionante!lindo! fiquei muito emocionada. Não deixe de postar sempre uma novidade pra gente ok? muitas felicidades. bjs

    ResponderExcluir
  7. Que lindo relato..e que corajosa que vc é! Eu não pude ter PN pq a GO achou prudente não esperar,já que ela achou que meu filho não estava crescendo muito na minha barriga. Realmente, ele nasceu com peso menor do que esperávamos, mas já recuperou, está engordando e crescendo bem, graças a Deus.
    Parabéns pelo Enzo!

    ResponderExcluir
  8. Amanda & André & Fernanda *-*5 de novembro de 2010 18:31

    Mesmo já sabendo de todo o relato, eu li cada palavrinha de novo Naty!!

    Tudo foi mto lindo amiga!!As fotos ficaram fantasticas!

    Novamente parabens pra vcs linda!

    Que Deus, continue abençoando!

    bjoss

    ResponderExcluir
  9. Naty, QUE COISA MAIS LINDA! chorei, ri, muito emocionante seu relato! amei as fotos!! ficaram lindissimas! E que equipe né? ter Mari e Lara só faz nosso momento mais especial né? que delicia!!! parabéns pelo parto lindo, pela força e pela familia linda que vcs formaram
    fiquem com Deus e muuuuuuito leitinho!!!

    ResponderExcluir
  10. Naty impossivel conter as lágrimas com seu lindo relato,

    Parabéns

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Naty!
    adorei o relato! Que sonho de parto hein! Como Deus foi bom com vc!
    Queria muito ter tido um parto natural...minha episio ainda nao está 100% A Nina nasceu tão pequena que eu duvido que realmente era necessária!
    vc correu atrás e conseguiu!

    Parabens de novo!
    E o Enzo já tá pegando peso?
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. amiga, que relato emocionante... paarabéns.. voce é uma guerreira...

    E o Enzo é lindo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Lindo o relato do parto. Você foi guerreira, mamãe. Parabéns pela linda família. Felicidades a todos.

    ResponderExcluir
  14. na parabenssss
    so isso q eu tenho a dizer!
    eu passei por isso dias antes q vc ,mas valeu a pena?
    mariana

    ResponderExcluir
  15. Naty vc é uma mulher guerreira e admiravel, pela garra, força e persistência no seu objetivo.
    Seu filho foi só benção na sua vida, uma medica maravilhosa, um emprego, noooosssa quanta sorte. parabéns.
    Muito emocionante seu relato, nao tem como nao se emocionar. Suas fotos então...lindas e transmitindo tudo..tão envolvente.
    Abraços
    Núbia RJ

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo relato emocionante...estou de 36 semanas, naquela ansiedade, queria muito um Parto natural, mas meu médico disse q é necessário a episiotomia...ou seja, o natural vira normal...ainda estou com um pouco de medo...é medo do desconhecido, mas com seu relato ganhei mais coragem e força...que DEUS me ajude...
    Parabéns pela linda família e que DEUS abençõe muito o Enzo!!! bjs.

    Patrícia. Birigui/SP

    ResponderExcluir
  17. Oi,Nat! Mudei de blog (babymenta), agora é www.mamaedobebecebolinha.blogspot.com
    me segue lá. Beijos

    ResponderExcluir
  18. Seu relato é o sonho de consumo de qualquer mamãe! Muito lindo!
    Deus abençoe sua família!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Que relato maravilhoso!
    Que parto lindo!
    Que fotos belíssimas!
    Como o enzo é lindo, perfeitinho, apaixonante!

    Fiquei emocionada, encantada e admirando você pela força e coragem.
    A forma como vc descreveu tb foi muito bonita.
    Eu totamente "mergulhei" no momento e visualizei as cenas todas arrepiada!
    Beijos!
    Ah, qdo puderes coloque mais fotinho do Enzo :)
    Nessa
    http://www.babydanessaedobeto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Parabens pelo lindo bebe!
    Achei seu blog e li a melhor parte, o relato do parto!
    Muito emocionante tudo, chorei.
    Parabens mais uma vez pela familia!
    to te seguindo!
    tenho um bebe de 5 meses, passa lá no meu blog qndo der para vc conhecer!

    ResponderExcluir
  21. Emocionante demaiiiiiiiiiiis!
    Parabéns pela força e pelo bebê lindo e saudavel!!
    Te desejo tudo de bom.. e eu fico aqui com a ansiedade de ver o rostinho da minha Alice... rs

    Beijoooooos

    ResponderExcluir
  22. Oiii...Quem me dera ter um parto assim tao bom :D e eu ke tanbem tenho tanto receio apesar de faltar ainda...rsrs tb gostava muito de um parto natural mas apesar de tudo sem cortes mesmo que tivesse muitas dores..


    Beijo e me visite..se gostar torne.se seguidora ;D

    ResponderExcluir
  23. Oi Natália!
    Aqui quem escreve é a Regina; pari minha filha Marília em maio assistida pela Mari Simões.
    Quero dizer que você foi um exemplo para mim. Quando eu achei que não teria condições de bancar um parto com a Mari, conheci a tua história e me inspirei. Porque quando a gente quer, a gente vai atrás, né? Deus te presenteou com um parto e um bebê lindos. Parabéns por isso!
    Um beijo.

    Ps: Seu Enzo faz aniversário um dia antes de mim! ;)

    ResponderExcluir
  24. Oi Natália, belíssimo relato de parto, parabéns pela força e coragem! Meu nome é Marcela sou de Campinas e estou planejando engravidar e me informando e planejando tudo.. Quero muito o parto normal e estou vendo a dificuldade que é encontrar profissionais humanizados dentro da cobertura do nosso plano de saúde.. Por isso estou enfrentando a resistência do marido que acha absurdo ter que pagar obstetra tendo plano de saude com uma lista infindável de médicos, enfim.. Gostaria de tirar umas duvidas com vc meu email marcelapaiva84@yahoo.com.br beijos!!

    ResponderExcluir
  25. Que relato mais lindo Nati! E que história =D
    Chorando litros aqui ...

    ResponderExcluir